-------------------------------------------------------------- Na cozinha da Quelen...: cuca alemã original- Streuselkuchen

terça-feira, 8 de maio de 2012

cuca alemã original- Streuselkuchen


Aqui na Alemanha existem 2 versões da confecção da massa, uma feita com fermento biológico e outra mais fácil com fermento químico (clique aqui para ver).As duas são maravilhosas, porém a primeira dá mais trabalho.
Em alemão, Kuchen significa bolo e Streusel = granulado, flocos ou também conhecida como "a cuca de farofa" na minha terrinha amada, no Sul do Brasil, onde a presença dela é confirmada na mesa da família reunida nos domingos, para acompanhar o churrasco. Aqui na Alemanha é degustada como café da tarde ou da manhã ou até mesmo sobremesa.
É um bolo típico da cozinha alemã, em alemão - STREUSELKUCHEN.
A base do bolo é uma massa de levedura coberta com flocos (Streusel).
A cobertura pode variar, adicionando-se aos flocos açúcar de baunilha ou canela em pó. Outra variação é cobrir a massa com pedaços de frutas e em seguida cobrir as frutas com os flocos como cobertura final.Aqui na Alemanha os recheios são bem específicos, usamos, ou pêssego, ou maçã, ou pudim de baunilha ou frutinhas vermelhas e acabou a variedade!Diferente do Brasil que temos muitos recheios, como coco, leite condensado, doce de leite, etc... Invenções criativas e gostosas de brasileiros! Mas essa cuca, será básica, pois fiz junto com a vovó, na próxima vez farei com recheio e posto a foto aqui!
A vovó que me falou sobre as cucas alemãs, se chama Helene, tem 88 anos e me disse que como "não tem mais força" para sovar a massa, faz somente a segunda (clique aqui para ver).
Na minha família, geralmente fazemos a com fermento químico, tipo bolo mesmo e não é porque a idade chegou, o povo é preguiçoso mesmo, hahaha.
Mas a vovó me disse que na juventude dela, fazia só a primeira, mas as duas estão certas, como diz o nome, Streuselkuchen é bolo de farofa e a maneira de fazer, cada um tem a sua.
Só tem um detalhe, em fiz em formas de bolo inglês e cresceram muito!a Streuselkuchen original é com no máximo 3 dedos de altura : )
Resumindo meu povo, postarei primeiro essa que é sovada e assim que der farei as outras mais simples, com frutinhas, as menos trabalhosas e posto logo.
O ponto dessa massa fica como massa de pão caseiro, se a massa ficar mole que não esteja boa para sovar, acrescente mais 1/2 xícara de farinha adicional.Isso acontece devido ao tamanho dos ovos :
 )

Ingredientes:

600 g de farinha de trigo (aproximadamente mais para polvilhar e sovar)

220 ml de leite morno
2 colheres (sopa) de fermento biológico seco
180 g de açúcar
1 pitada de sal
120 gramas de manteiga derretida
2 ovos médios ou 3 pequenos ligeiramente batidos

1 colher de sobremesa de raspas de limão ou extrato de baunilha

Farofa crocante: (a melhor parte!)

1 xícara (chá) de açúcar
1/2 xícara farinha de trigo
Canela em pó a gosto
2 colheres (sopa) de manteiga

Modo de fazer:


Unte com manteiga e polvilhe farinha, duas formas de bolo inglês ou uma assadeira de 20x 30.
Em uma tigela, misture o leite morno com o fermento e metade do açúcar. 
Adicione 1 xícara (chá) de farinha e mexa até ficar homogêneo. Cubra com filme plástico e deixe crescer em local aquecido por 30 minutos.
Em seguida, peneire em outra tigela a farinha e acrescente o restante do ingredientes.
Amasse bem e sove-a por 10 minutos sobre uma superfície enfarinhada, ou até ficar lisa e soltar das mãos.Quanto mais você sovar mais macia ela ficará.
Volte a massa para a tigela e cubra-a e deixe crescer por mais 30 minutos em local aquecido. Sove-a novamente e deixe crescer por 45 minutos á 1 hora.
Coloque a massa nas formas (se você quiser colocar um recheio, despeje agora por cima da massa) e distribua a farofa sobre a massa.
Deixe crescer por mais 20 minutos e leve ao forno pré aquecido á 180°C por 45 minutos.
Depois desse tempo, faça o teste do palito, pois ela deve estar pronta.

Farofa:
Misture todos os ingredientes da farofa e mexa com as pontas dos dedos até obter o aspecto desejado.
Eu cortei a minha quente mesmo, mas o melhor é cortar depois de morna : )
Uma delícia!

22 comentários:

Anônimo disse...

as suas receitas são fabulosas comecei a expermentar.

Anônimo disse...

Oi, tambem sou gaucha, de descendencia alema, mas moro nos Estados Unidos. Estava procurando receita de cuca alema sovada, e achei seu blog. vou fazer sua receita, mas queria perguntar uma coisa, pois quero colocar recheio de abacaxi. quando devo colocar o recheio? quando colocar a massa na forma, antes de deixar crescer? ou so antes de colocar no forno? e posso colocar o recheio no meio? so pergunto pra nao estragar a cuca quando fazer. obrigada!
Daniela

Quelen disse...

Oi Daniela!
Bem vinda ao blog!
Eu sei como é, ás vezes ficamos com receio de fazer algo errado e perder os ingredientes da receita, mas faca exatamente como está descrito que não tem erro!
Siga exatamente como está descrito na receita.Leia a partir da 8° linha da introdução do post que você esclarecerá todas as dúvidas que perguntou :)
Só para reforçar o recheio deve ser TODO distribuído sobre a massa, antes dos flocos.
Bjs!

Carolina Bayer disse...

Oi, teu blog é ótimo.

A primeira receita que eu fiz foi a cuca, e eu fiz as duas, deu um trabalhão.... realmente a de massa de pão é demorada, mas as duas ficaram ótimas, de primeira.. mas da próxima vou fazer a outra que é mais simples.
Mas aqui em Sta Catarina, as padarias fazem uma cuca com massa de bolo que tem recheio de ameixa, pessego... com um creme, dizem que é um creme belga mais mole.. ou seja, com mais leite...
Estava pensando em fazer a cuca de bolo e acrescentar pessegos e depois colocar um pouco desse creme e depois finalizar com a farofa, é que é muiiiiiiiiiito bom embora já não seja muito tradicional.. o bolo fica úmido e crocante ao mesmo tempo.

Vou fazer agora a torta russa que adorei... rs
Ah, uma vez eu fiz um tal de windbeutel que deu errado, a receita era traduzida no automatico. uahsuahsuahsua é uma especie de sonho recheado com um creme e morangos... né? mas a massa lembra a ''bomba'' vendida aqui no brasil... ela nao cresceu muito.. ficou gostoso, mas é como um bolo de chocolate que nao cresce: gosto bom mas o ponto nao...

Quelen disse...

Obrigada Carolina!
Sua cuca ficará divina com recheio! Nao importa que nao é tradicional!Cada cozinheiro dá seu toque e faz a gosto :) Eu já comi como você descreveu no Brasil, realmente é uma delícia! Me mande uma fatia por sedex! hehehe...
Aqui na Alemanha tem o Windbeutel em todos os lugares pra vender, ele é recheado de creme de baunilha ou creme de morangos.Eu particularmente nao gosto :( Entao,ficarei te devendo a receita porque eu nunca fiz, mas se você quiser você pode me mandar o link da sua receita em alemao que eu á traduzo de bom grado pra você! ;D Desculpe-me a demora na resposta!
Beijos!

Evelise Filippi disse...

Uma duvida...cuca alemã?Existe outro tipo? de outra etnia? ou é só pra denominar que originou-se na Alemanhã?

Quelen disse...

Oi Evelise!
Eu acredito que é só para denominar que originou-se na Alemanha mesmo, pois o nome "cuca alema" só existe no Brasil. Na Alemanha, a traducao do nome é "Bolo com farofa".
Abs...

Giovanna GS disse...

Olá, preciso fazer com que a cuca dure 7 dias fora da geladeira, você acha que dá certo? Pensei em não fazer a farofa e sim colocar "paçoca", mas não sei se a massa tem essa durabilidade... É para um trabalho de faculdade. Muito obrigada!

Na cozinha da Quelen disse...

Olá!
Eu não sei se isso é possível Giovana, pois nunca testei. Me baseando no pouco conhecimento que tenho a respeito de bolos e pães, a validade fora do refrigerador seria de no máximo 5 dias. Levando em consideração o comparativo com um pão orgânico que também não possui conservantes e tem sua duração entre 3 á 5 dias no máximo. Com certeza a farofa (Streusel) não seria o problema, porque ela é bem assada e perderia talvez um pouco da crocância apenas, entretanto a massa seria o x da questão, pois não possui nenhum tipo de conservante.
Eu entendi que é para um trabalho, mas gostaria de deixar claro que não aconselho consumir após 3 dias, ok?!
De nada, um abraço e boa sorte!

Marclei Reinke disse...

parabéns essa receita é ótima!! sempre dá certo!!e fica uma delícia!!

Daisy Marlene Guesser Kruger disse...

Adorei seu jeito de escrever! Este toque de humor torna as receitas mais saborosas!
Vou provar hoje mesmo a cuca, CSPS, cuca-sem-preguiça-de-sovar...rsc.rsc, testo as recceitas e depois minha neta Mel e eu fazemos, juntas, numa linda bagunça. Ela tem alma de cozinheira com apenas 5 anos de idade.
Obrigada pela gentileza de dividir conosco seu conhecimento.
Bjs
Daisy

Quelen disse...

Obrigada pelo carinho Marclei Reinke e Daisy Marlene Kruger!
Um abraço com carinho da Quelen.

Marilyn disse...

Oi Quelen!!! Obrigada pela sua receita!!! Tenho uma pergunta: moro na Argentina, e aqui tem um tipo de farinha pra fazer pao, que já vem adicionado o fermento, e é ótima pra fazer pao realmente, meus paes ficam saborosos e crescem pra caramba. Sera que dava pra usar essa farinha em vez da farinha com o fermento por separado????? Você saberia me dizer???

Muito obrigada desde já!!

Marilyn, da Argentina.

Quelen disse...

Oi Marilyn!
Seja bem vinda e obrigada pelo seu comentário.
Dá sim pra usar a farinha com fermento, acho que fica até melhor! Pelo menos sempre que usei para pães, ficam muito bons. Então para a cuca deve ficar também.
Um beijo!

Marilyn disse...

Obrigada linda Quelen!!! Experimentei e ficou uma delícia!!! Muchas gracias!!!! Beijo enorme!!! E PARABÉNS PELO BLOG!!!!!

Anônimo disse...

QUELEN ADOREIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
DILMA

Rosi cassiano de Souza disse...

faz tempo que procurava essa receita! provei varias mais nao dava certo! Ja estou fazendo!!! Espero conseguir fazer direitinho! Sou mato grossense, la no mt tem muito gauchos, e por isso adorava a cuca, aqui na Italia encontrei uma coisa parecida, em Como, dai lembrei da cuca. Eles nao divulgam o nome nem receita e fazem passar por doce tipico de Como!! kkk

Anônimo disse...

Oi Quelen .... antes de mais nada estou muito feliz com tamanha generosidade em partilhar tantas receitas maravilhosas....
Acabei de fazer a cuca.... ameiiii!!!!!! segui a risca a receita... a massa ficou incrível!!!!... Morei na Alemanha e esse bolo era meu parceiro com um bom cafezinho....
Quelen a única coisa q tive dificuldade foi no streusel..... eu dupliquei ... e no fim o acuçar derreteu e acabou queimando...
tem algum truque? posso amassar com os dedos e depois colocar na geladeira pra firmar os gruminhos?
ficaria imensamente feliz por uma dica....
tipo de açúcar.... manteiga gelada ou temperatura ambiente....
mto agradecida... e Parabéns!!!! Bella

Quelen disse...

Olá querida(o)!
O açúcar deve ser sempre o cristal para o Streusel, dependendo da marca pode dar errado, em função da textura mesmo :( Eu usaria a marca União).
Se colocar um pouco mais do que a medida, tb pode desmanchar na hora do cozimento. Levar ao refrigerador, acredito q nao ajudaria, pois só irá firmar pq a manteiga (em temperatura ambiente) irá endurecer, mas no momento de assar, vai desmanchar...Usa o união e faz com a medida bem certinha q vai dar certo! Se ficar muito molinho, add uma pitada á mais de farinha.

Moca'rteira Criações disse...

Eu vou fazer ela hoje mesmo...está receita que sempre procurei...adorei teu blog, não vou mais desgrudar de vc.
Moro no sul do Brasil,Lajeado,RS
Aqui fazem muitas cucas nas padarias e supermercados...mas elas são muito industriais, tudo feito com corantes e conservantes.Mas com a tua receita vamos poder aqui em casa saborear a verdadeira com sabor que só nossa vovós faziam.
Depois conto como ficou...quero fazer com coco.
abraços.

Anônimo disse...

Oi, Quelen. Fiquei em dúvida com a tua receita, que é a mesma de minha vó, também alemã. Ela fazia a massa mole e batia com a mão até que a massa formasse bolhas.

Klause disse...

Obrigado pela receita, vou tentar fazer com fermento natural.

Postar um comentário

Muito obrigada pelo seu comentário! =D

IMPRIMIR ESTA RECEITINHA

Imprimir PDF